nature laptop outside macbook - O que é a Internet das coisas? Tempo de Leitura: 4 minutos

Estamos constantemente conectados no mundo em que vivemos hoje. Imagine um típico dia “conectado” como é hoje. Perguntamos para nosso Smartphone se hoje vai chover, quais sãos nossas próximas reuniões etc. Então, vamos para a nossa corrida matinal. A Internet das Coisas está em toda parte e se tornou parte de nossa rotina diária.

O que é a Internet das coisas (IoT)?

Todos nós ouvimos este termo e, para muitos, parece um pouco ambíguo. IoT ou Internet of Things refere-se a qualquer dispositivo que esteja conectado à Internet e esteja coletando ou compartilhando dados. Os dados máquina-a-máquina (M2M) que são gerados a partir da IoT têm uma variedade de usos, mas são mais comumente vistos como uma forma de determinar a integridade e o status das coisas.

Ele inclui tudo, desde cafeteiras, celulares, máquinas de lavar roupa, dispositivos portáteis e fones de ouvido. Por exemplo, uma cafeteira pode dizer quando o café está pronto, dispositivos vestíveis determinam sua saúde e uma lavadora de roupa pode informar ao telefone quando a roupa estiver completa.

Também se aplica a componentes de máquinas como o motor a jato de um avião. O mais provável é que, se um dispositivo tiver uma chave liga / desliga para a Internet, ele pode fazer parte da IoT. Combinando os dispositivos conectados com sistemas automatizados, é possível reunir informações sobre o usuário e aprender com um processo.

Exemplos de dispositivos da Internet of Things:

IoT 1 - O que é a Internet das coisas?
  • Dispositivos em vestuário
  • Carros conectados
  • Assistente pessoal inteligente
  • Agricultura inteligente
  • Lâmpada conectada por meio de um aplicativo
  • Termostato inteligente
  • Brinquedo conectado

A história da IoT

A ideia de adicionar inteligência a objetos padrão tem sido discutida desde os anos 80. Nos filmes, os “dispositivos inteligentes” eram vistos como o caminho do futuro. Em De volta para o futuro II, a família McFly usa óculos que servem como um precursor do Google Glass. O filme de 1990, Total Recall, usa um carro autônomo para levar Arnold Schwarzenegger ao redor. Smart House, um filme da Disney dos anos 90 tem uma casa totalmente informatizada.

Os humanos estavam curiosos sobre a Internet das Coisas, mas não tinham a tecnologia. Um dos primeiros exemplos da IoT é uma máquina de Coca-Cola no início dos anos 80 que permitia aos programadores verificar se a Coca-Cola estava disponível na máquina antes de visitá-la. Em 1990, John Romkey mostrou que uma torradeira podia ser ligada e desligada pela internet.

O termo Internet das Coisas foi cunhado por Kevin Ashton durante uma apresentação que fez à Proctor and Gamble em 1999. Ele enfatizou a importância da identificação por radiofreqüência para a empresa e intitulou sua apresentação “Internet of Things”. Ele enfatizou que a internet era uma das tendências mais quentes do final dos anos 90 em sua palestra. Foi quando os dispositivos conectados começaram a decolar. Em 1995, menos de 1% da população mundial tinha acesso à internet. Em dezembro de 2017, mais de 54% da população tinha acesso à internet. Existem 8,5 bilhões de dispositivos inteligentes conectados à Internet, com esse número aumentando substancialmente a cada dia.

Como funciona a Internet das Coisas

Na Internet das Coisas, cada dispositivo tem um propósito diferente. Muitos são usados ??para coletar dados. Por exemplo, um dispositivo como uma pulseira que monitore seus passos diários e a frequência cardíaca ajuda a monitorar sua saúde.

Existem três “camadas” quando se trata de operar dispositivos de IoT: o painel, a nuvem e, em seguida, seus dispositivos.

O dispositivo envia seu sinal para a nuvem, para onde outros dispositivos também enviam suas informações. A nuvem é onde todas as máquinas interagem umas com as outras. A partir daí essas informações são enviadas para o seu painel, que é onde você controla seu dispositivo.

IoT 2 - O que é a Internet das coisas?

O ecossistema da Internet das coisa

O ecossistema da IoT refere-se a todos os componentes que permitem que as empresas, os consumidores e o governo se conectem a seus dispositivos de IoT. Foi nomeado “a próxima Revolução Industrial”, já que já começou a mudar a maneira como as pessoas vivem, trabalham e viajam. O Business Insider acompanha o crescimento da IoT há mais de dois anos e criou um relatório exaustivo sobre o ecossistema da IoT. Adicionamos alguns dos principais resultados abaixo.

  • Serão 34 bilhões de dispositivos conectados à internet até 2020.
  • A IoT pode reduzir os custos operacionais, aumentar a produtividade e expandir para novos mercados para as empresas.
  • Quase US $ 6 trilhões serão gastos em soluções de IoT nos próximos cinco anos.

Indústrias Afetadas pela Internet das Coisas

IoT 1 - O que é a Internet das coisas?

Embora se espere que a IoT ajude todos os dias os consumidores a permanecerem conectados e controlarem suas vidas , existem vários setores que também se beneficiarão da IoT. Estes incluem, mas não estão limitados a:

  • Agricultura
  • A infraestrutura
  • Fabricação
  • Defesa
  • Varejo
  • Bancos
  • Petróleo e Mineração
  • Seguro
  • Casas conectadas / edifícios inteligentes
  • Serviços de utilidade pública
  • Cidades inteligentes
  • Cuidados de saúde

Principais empresas de IoT

Centenas de empresas criaram dispositivos vinculados à Internet das Coisas e o número continuará aumentando nos próximos anos. Abaixo, listamos algumas das empresas que se destacam na revolução da IoT.

  • DHL
  • Amazon
  • Soluções de TI Magneto
  • Microsoft
  • HQSoftware
  • Google
  • IBM
  • DAR
  • Verizon
  • Fitbit
  • Jaspe
  • Cisco
  • Honeywell

O futuro da IoT

IoT 2 - O que é a Internet das coisas?

Esse novo mundo de dispositivos conectados permite que nosso ambiente, incluindo nossa vida doméstica e profissional, se torne mais inteligente e mensurável. Os altifalantes inteligentes facilitam a reprodução de música, a obtenção de factos rápidos ou a definição de um temporizador. Os sistemas de segurança doméstica facilitam o monitoramento da sua casa enquanto você está ausente. Os carros inteligentes podem nos ajudar a discar números e texto com as mãos livres, potencialmente salvando milhares de vidas. Então, o que vem a seguir para o IoT?

Um relatório da Samsung afirma que a necessidade de proteger todos os dispositivos conectados até 2020 é fundamental. Brian Solis, do Altimeter Group, que trabalhou em pesquisas futuras sobre IoT, afirma que as empresas irão se dedicar ao darwinismo digital, onde aprendemos a evoluir rapidamente. A IoT também está começando a integrar seus dados em sistemas de inteligência artificial que usam os dados da IoT e os usam para fazer previsões. Por exemplo, o Google usa um AI para executar seu sistema de refrigeração do data center.

Outra maneira IoT está mudando o futuro? Projetos de cidades inteligentes estão se tornando uma característica fundamental da IoT. Usando sensores de coleta de dados em uma cidade ou cidade, os planejadores podem ter uma ideia precisa do que está acontecendo em tempo real. Isso pode impedir o tráfego pesado, detectar vazamentos de água e localizar itens em um grande armazém ou porto.

Muitas cidades começaram a implementar projetos de cidade inteligente. Barcelona implementou tecnologia de sensores no sistema de irrigação para detectar a qualidade da água das plantas. Estocolmo usa prédios com eficiência energética, monitoramento de tráfego e desenvolvimento de serviços eletrônicos (vs. papel).  

Ficar Seguro

IoT ok - O que é a Internet das coisas?

A IoT está revolucionando o local de trabalho e como vivemos no dia-a-dia. Cidades inteligentes estão surgindo em todo o mundo e as casas inteligentes nos dão a capacidade de fazer uma pergunta e receber uma resposta em qualquer lugar, a qualquer momento. Embora seja fantástico permanecer conectado 24 horas por dia, é importante ter em mente os riscos potenciais e as preocupações com a segurança.

À medida que mais dispositivos conectados continuam entrando em nossas rotinas diárias, também somos mais vulneráveis ??a hackers. Como a tecnologia é relativamente nova, é importante ter em mente que os dispositivos conectados não são infalíveis. Abaixo, listamos as principais formas de se manter seguro usando dispositivos do Internet of Things, incluindo o uso de uma VPN para criptografar dados, em alguns casos o uso de antivírus corporativo e lembrar de atualizar o software regularmente.

Vinícius V. A. Terçariol

Vinícius V. A. Terçariol

Diretor Técnico na DT Network, amante de tecnologia! Graduado em Ciência da Computação, certificado Microsoft MCP e Endian Enterprise ECSA, sempre busca novas tecnologias e tendências do mercado, com foco em segurança da informação e Infraestrutura.