office 2539844 1920 - As habilidades necessárias para dominar a Internet das Coisas Tempo de Leitura: 2 minutos

Pesquisadores estimam que dentro de dois anos 20,4 bilhões de dispositivos da Internet das Coisas (IoT) estarão conectados. Esse aumento no número de dispositivos de IoT em uso também se traduzirá em um aumento significativo no número de trabalhos da IoT. Claramente, um trabalho em IoT pode pagar bem por causa da demanda crescente, mas os candidatos precisarão de uma combinação de habilidades para garantir uma carreira promissora em IoT.

IoT ou Internet das Coisas são os objetos conectados através de uma rede. Um relógio smartwatch ou uma luz com bluetooth fazem parte deste universo.

Algumas das principais habilidades básicas necessárias para o domínio IoT podem ser divididas em quatro esferas:

1. Inteligência de negócios

Business intelligence é uma combinação de aplicativos de software, ferramentas de software e procedimentos através dos quais as organizações trabalham com dados de fontes internas e externas. As tarefas realizadas incluem:

  • Obter dados
  • Analisar dados estruturados
  • Implementar e testar consultas nos conjuntos de dados
  • Compilar relatórios e visualizações de dados para tomadas de decisões corporativas

Os profissionais do setor esperam que o verdadeiro potencial do Big Data se torne evidente, graças ao grande aumento no número de dispositivos que liberam exabytes de diferentes tipos de dados. As empresas estão construindo infraestrutura para recuperar, armazenar e analisar dados de dispositivos inteligentes para aumentar a experiência do cliente. Essas atividades exigem profissionais com habilidades em:

  • Analise de dados de sensores
  • Gerenciamento de centros de dados
  • Realização de análise preditiva
  • Codificação em ambientes de big data

2. Segurança de dados

A proteção de dados e sistemas de dados é uma grande preocupação para todas as organizações. A VPN passa a ser fundamental para qualquer dispositivo conectado à IoT.

Provisões de segurança que impedem dados / sistemas não autorizados:

  • Acesso
  • Uso
  • Compartilhamento
  • Alteração
  • Interferência
  • Destruição

Essas habilidades são críticas para todas as organizações. Os dispositivos de IoT, que estão ligados a enormes centros de armazenamento de dados, são pontos vulneráveis que representam uma ameaça de violação. Portanto, espera-se que a equipe de segurança da informação encontre e corrija falhas no software de IoT antes que os hackers as explorem.

O aumento no número de dispositivos habilitados para IP aumentou a complexidade do quebra-cabeça de segurança. Com as crescentes preocupações e ameaças à privacidade de aplicativos de forças externas, os profissionais de segurança cibernética estão em alta demanda.

Ter conhecimento de práticas éticas e leis de privacidade pode ser um ótimo complemento para os profissionais nesse campo.

3. Design de aplicação

O objetivo do projeto é identificar problemas e resolvê-los de maneira efetiva. O design inclui, mas não está limitado a:

  • Interface do usuário (UI)
  • Experiência do usuário (UX)
  • Projetos de produtos
  • Projetos gráficos
  • Projetos relacionados à interação
  • Arquitetura de informação

Os paradigmas de design na IoT são de natureza transitória, com vários dispositivos e tecnologias dinâmicas sendo a norma.

Nesse tipo de ambiente, a demanda para manter a facilidade de uso de aplicativos torna-se crítica para o sucesso. Portanto, os designers de UI e UX têm papéis críticos. Web design responsivo e design de serviços são as habilidades mais recentes em demanda nesta área.

4. Aplicativos móveis

Espera-se que três motores impulsionem a IoT em um fenômeno mainstream. Eles são:

  • Computação em nuvem
  • Tecnologias sem fio
  • Tecnologias móveis

Da IoT à realidade aumentada e virtual e da vida pessoal aos negócios, os smartphones estão transformando a vida de cada ser humano. Essa revolução foi possível graças a aplicativos móveis.

Os aplicativos corporativos e de consumo estão se aquecendo para a IoT e usando-a para melhorar seus serviços. Mais e mais empresas também estão adotando a IoT devido ao seu potencial para criação de valor.